Se procura uma solução que resolva determinada imperfeição do seu nariz, é importante que conheça os procedimentos que existem. A rinoplastia e a rinomodelação são dois dos mais comuns nesse caso.

Uma é mais invasiva do que outra, mas ambas são perfeitamente válidas (dependendo do seu caso). E é claro que, tanto uma como outra, garantem resultados muito satisfatórios.

No entanto, tudo depende daquilo que quer corrigir. Se falamos de um aspeto interno ou externo, se é facilmente solucionável ou não. Aconselhe-se, por isso, com um profissional da área. Mas, até lá, conheça as principais diferenças entre estas intervenções estéticas.

Médicos a fazerem uma rinoplastia


Rinoplastia e Rinomodelação: as principais diferenças


Não é preciso conhecer, ao pormenor, as especificidades de cada intervenção para saber que são diferentes.

Porquê?

Porque, enquanto a rinoplastia é uma cirurgia estética, a rinomodelação é apenas um procedimento que usa líquidos modeladores para corrigir imperfeições no nariz.

A partir daqui, já terá compreendido que, a rinoplastica, é uma cirurgia que, mais do que estética, é plástica. A verdade é que, esta operação, pode corrigir (muito) mais do que aspetos exteriores.

A rinoplastia é muito usada para corrigir desvios do septo nasal, por exemplo, solucionando vários problemas respiratórios. 

A rinomodelação, por sua vez, é um procedimento muito menos invasivo. Usa anestesia local para administrar líquidos modeladores e/ou de preenchimento.

Dependendo do caso, esta é uma intervenção mais temporária — que pode durar entre um a dois anos (ao contrário da rinoplastia, que garante uma solução permanente).

Os principais motivos de uma Rinoplastia


Se quer resolver algum problema interno ou externo do seu nariz, a rinoplastia pode ser a solução. E são vários os motivos que justificam esta intervenção estética:

  • Afinar, ou afunilar, a ponta do nariz;
  • Corrigir desvios do septo nasal;
  • Melhorar o ângulo entre o nariz e o lábio superior;
  • Resolver problemas crónicos (como a rinossinusite);
  • Reconstruir zonas afetadas (por acidentes ou tumores, por exemplo);
  • Alterar o tamanho do nariz;
  • Reduzir assimetrias, tornando o nariz mais simétrico em relação à face;
  • Remover tumores benignos.

  • Para que serve, então, a Rinomodelação?


    A rinomodelação, por sua vez,  é uma intervenção estética muito menos invasiva. Também por isso, não corrige problemas internos, nem tão pouco melhora os respiratórios.

    A verdade é que, grande parte das vezes, a rinomodelação basta para corrigir o seu problema. Aliás, é nessas situações que, os profissionais, apresentam esta solução ao perceberem que, a rinoplastia, não é necessária.

    A rinomodelação serve, por isso, para corrigir aspetos exteriores, normalmente relacionados com desvios ou imperfeições muito específicas. É normalmente aplicada para dar volume à zona da cana do nariz, assim como para projetar a ponta do mesmo. 

    Paciente a submeter-se a uma rinomodelação


    Rinoplastia ou Rinomodelação: vantagens e desvantagens


    Enquanto que, a rinoplastia, é a única intervenção cirúrgica que permite alterar a estrutura do nariz, é também a que implica mais riscos.

    O tempo de recuperação é muito maior e exige cuidados redobrados (sobretudo nos primeiros dias). O resultado de uma rinoplastia é definitivo, mas depende muito do comprometimento do paciente — que tem de se empenhar em tratar a zona intervencionada seguindo os conselhos médicos.

    A rinomodelação, por sua vez, é muito mais simples. No entanto, isso não quer dizer que não exija tempo de recuperação ou que não tenha riscos. 

    As complicações são reais, desde as infeções às necroses. No entanto, o seu tempo de recuperação é muito mais rápido e a exigência de cuidados é francamente menor. É um procedimento temporário que, mais tarde, pode ser repetido.

    Como escolher entre a Rinoplastia ou a Rinomodelação


    Pode parecer cliché, mas a verdade é que tudo depende do seu caso. Daí ser tão importante o aconselhamento especializado, que lhe diga, exatamente, qual o melhor procedimento para si.

    À partida, se tem problemas respiratórios ou o septo nasal desviado, vai precisar de uma rinoplastia. Mas, se quer apenas preencher a zona da cana do nariz, talvez a rinomodelação seja suficiente.